Prefeitura Municipal de Itajaí

22/12/2017

Programa Escola no Porto encerra 2017 com número expressivo de universitários.

Nos últimos três anos cerca de dois mil estudantes receberam informações do Complexo Portuário de Itajaí.

Programa Escola no Porto encerra 2017 com número expressivo de universitários.

Nos últimos três anos cerca de dois mil estudantes receberam informações do Complexo Portuário de Itajaí.

Desde 2014 a Superintendência do Porto de Itajaí, através das Gerências de Operações e Meio Ambiente realizam o cronograma anual do Programa intitulado “Escola no Porto”.

O objetivo do programa é proporcionar aos estudantes de Escolas públicas dos Ensinos Médio e Fundamental, particulares e acadêmicos de diversas instituições universitárias do país, a excelente oportunidade de ampliar conhecimentos na profissão e acima de tudo conhecer “in loco”, a realidade socioambiental e educacional do Porto por meio de trabalho interdisciplinar.

As aulas são ministradas pelo Agente de Autoridade Portuária da Gerência de Operações, Alan Peter Rosa, e na oportunidade são apresentados na primeira etapa do Programa,no Auditório da Superintendência do Porto de Itajaí, um balanço geral das atividades do Complexo Portuário detalhando seus avanços, dados gerais quanto a movimentação portuária de Itajaí em Santa Catarina, Brasil e exterior. Alan realiza ainda uma palestra que destaca a história e trajetória do Porto de Itajaí desde sua criação, passando pelas décadas até os dias atuais.

Os participantes contam ainda com um roteiro de visitação externa ao Complexo Portuário, geralmente localizado no prédio da APM Terminals – empresa arrendatária do Porto de Itajaí.Desde que foi implantado pela Superintendência do Porto de Itajaí, o Programa Escola no Porto recebe agendamentos de universidades de Santa Catarina e outros Estados. Sua programação engloba assuntos divididos por áreas que vão desde segurança do trabalho, ambiental, logística, administrativa e comércio exterior.

O objetivo principal destes encontros, por sua vez, estimula cada vez mais acadêmicos de diversos cursos de Universidades e Instituições de Ensino do Brasil, a ingressarem numa carreira profissional pós-conclusão de curso. Muitos destes universitários são acadêmicos dos cursos de Comércio Exterior, Administração, Ciências Contábeis, Engenharia Naval, Geografia, Técnico em Logística, Portos e Comex, Engenharia de Produção, entre outros.

Na última semana, acadêmicos do 5º período do curso de Ciências Contábeis da Fundação Regional Integrada, localizada no município de Frederico Westphalen (Rio Grande do Sul-RS), encerraram o calendário de visitas de 2017.

Para Alan, a cada ano que passa, o Porto de Itajaí vêm cumprindo com seu papel informativo e de estimulo profissional junto à sociedade, “Inicialmente me sinto muito grato a Superintendência por estar prestando este trabalho. Nosso objetivo maior é realmente mostrar para os estudantes que venham até nós, sejam eles de Santa Catarina ou de outros Estados, como é a realidade da atividade portuária e como funciona essa rotina”, destaca Alan.

Neste ano 540 estudantes de 14 turmas diferentes participaram do programa Escola no Porto e nos últimos três anos, 1888 universitários de 64 turmas de outros estados foram contabilizados, “Recebemos muitos estudantes daqui da região e já recebemos estudantes de outros Estados como: Palmas (Tocantis), Frederico Westphalen (Rio Grande do Sul), Curitiba (Paraná), Guarapuava (Paraná), Lajeado (Rio Grande do Sul), Goiânia (Goiás) e até de Teresina (Piauí). Posso afirmar ainda que aqui mesmo de Itajaí, muitos estudantes nunca visitaram nosso Porto e através deste programa podemos auxiliá-los a se profissionalizarem numa área ao qual estão cursando”, lembra Alan.

“Momentos como esse me motivaram para cada vez mais me especializar profissionalmente. Onde eu estudo e resido não temos contato direto com a oportunidade de exercer algum trabalho na área de comercio exterior. Agora que eu mais pessoas tivermos o privilégio de conhecer de perto a estrutura do Porto e entender mais como funciona na prática as atividades, me estimula a concluir meu curso e ingressar futuramente numa profissão”, pontuou Aline Lopes Casali, acadêmica do curso de Ciências Contábeis e formada em Administração em Comércio Exterior.

Independente do curso que o acadêmico está cursando, essa oportunidade não se trata apenas de uma visita técnica, mas também de uma aula prática de logística no setor portuário e aprofundamento de suas atividades de rotina, “No nosso caso em se tratando do curso de Ciências Contábeis, uma das áreas desenvolvidas é a de contador gestor, ao qual não fica só atrelado aos casos burocráticos e sim entender dos negócios da empresa. No quesito importações e exportações, por exemplo, é uma questão essencial para conhecermos na prática métodos de impostos nestes dois seguimentos de classe portuária. Nada melhor que vir aqui e ver de perto como funcionam isso no Porto”, afirmou Alzenir José de Vargas, professor universitário do curso de Ciências Contábeis.

Alan Peter Rosa é funcionário da superintendência há 14 anos e atua diretamente no setor de estatísticas de movimentação do complexo portuário. Para ele é muito importante à sociedade conhecer esse universo portuário e ainda levar ao conhecimento dos participantes os diversos programas sócio educacionais e ambientais em suas respectivas áreas, “A avaliação que eu faço realmente é muito positiva e nós conseguimos perceber esse serviço através dos acadêmicos pelo reconhecimento por parte  deles enquanto alunos como instituição. Percebemos que o trabalho tem dado certo. Tem surgido bastante efeito no sentido de enriquecer cada vez mais os currículos das pessoas que vem aqui, principalmente aqueles que estão na área da logística, comércio exterior que tenham essa oportunidade de ver in loco como funcionam as operações de carga e descarga dos navios, porque muitas das vezes o estudante fica somente na teoria, em circuito fechado de salas de aula e quando participam tem a vantagem de ver a situação do setor”, conclui.

Para 2018 estuda-se ampliar o Programa Escola no Porto através de visitas em campo (molhes sul e norte do Canal da Barra) e visitação à Bacia de Evolução, assim como circuito interno de visita na área portuária (visitação nos berços).

AGENDAMENTOS EM 2018:

Para as instituições universitárias ou Escolas públicas e ou particulares que tiverem interesse em participar do programa Escola no Porto em 2018, podem entrar em contato pelos números de telefone: (047) 3341-8053 e (047) 3341 8065 ou através dos e-mails:  alan@portoitajai.com.br ou medelin@portoitajai.com.br

As gerências de Operações e Meio Ambiente da Superintendência do Porto de Itajaí reforçam que não são cobrados valores pela superintendência quanto à realização e participação por parte de Escolas ou Universidades junto ao programa.

Apenas ficam incumbidas as pessoas a doação de 1 quilo de alimento não perecível e que posteriormente serão encaminhados para entidades beneficentes de assistência social cadastradas.

  • Enviar para amigo
  • Imprimir
  • Link:

Enviar notícia para amigo






Rua Blumenau, 05 | CEP 88.305-101 | Centro | Itajaí | Santa Catarina | Brasil
Telefone: [+55] 47 3341 8000